Ir para o conteúdo principal

Widget vendas de contato do Dynamics 365

Uma mulher está de pé e vê algo em seu iPad

O que é invasão de conta?

ATO (invasão de conta) é uma forma de roubo de identidade online em que terceiros acessam ilegalmente a conta online da vítima para obter lucro, alterando os detalhes da conta, fazendo compras e aproveitando as informações roubadas para acessar outras contas.

ATOs estão entre as ameaças de segurança cibernética mais significativas para empresas e consumidores, tendo custado cerca de US$ 4 bilhões em 2018.

Reconhecer os tipos de invasões de conta

Os ATOs bem-sucedidos que visam os setores de serviços bancários, comércio eletrônico, viagens, seguros e varejo aumentaram nos últimos anos. Normalmente, eles se enquadram em um dos quatro cenários comuns de fraudes de ATO:

  1. Violação de credencial: isso ocorre quando um malfeitor obtém acesso ao nome de usuário ou email da vítima. Isso é bastante fácil de obter, pois as pessoas costumam usar seus endereços de email em vários lugares e frequentemente usam o mesmo nome de usuário em vários sites. Para acessá-los, um hacker mal-intencionado usa bots para tentar automaticamente várias combinações das senhas mais usadas e frases gerais para obter acesso.

  2. Inserção de credenciais: esse é um dos ataques mais comuns e está aumentando atualmente. Nesse cenário, os malfeitores obtêm acesso a um grande número de nomes de usuário e senhas roubados. Em seguida, usam um ataque de bot para automatizar o processo de teste dessas credenciais roubadas, “inserindo-as” em vários sites. Isso geralmente é bem-sucedido porque muitas pessoas usam o mesmo nome de usuário e senha para vários sites. Assim que obtiver acesso, o criminoso fará compras, usará pontos de fidelidade e/ou transferirá fundos para outras contas.

  3. Pulverização de senha: diferentemente de violações e inserções de credenciais, que afetam usuários conhecidos e suas senhas, esse método se concentra em usuários desconhecidos, para contornar medidas comuns de prevenção de ATO. Neste caso, um malfeitor seleciona sites usando um ataque de bot para fazer várias tentativas de logon usando nomes de usuário comuns ou conhecidos, como “senha123” ou “123456”. Se o logon falha, ele tenta novamente usando outro nome de conta, já que esse método normalmente dispara um bloqueio após três a cinco tentativas falhas.

  4. Ataque de troca de SIM: isso ocorre quando hackers mal-intencionados usam técnicas de engenharia social para tirar proveito de um serviço legítimo a fim de trocar o cartão SIM de um usuário. Assumindo o controle do telefone da vítima, os hackers podem interceptar códigos de autenticação e validar transações fraudulentas.

Sinalizadores comuns que podem indicar que ataques ATO estão ocorrendo são:

  • Picos irregulares nas tentativas de logon.

  • Aumento nas contagens de logon com falha.

  • Picos em bloqueios de contas.

  • Relatórios de emails ou mensagens SMS fraudulentos enviados por alguém que se faz passar por uma entidade legítima.

  • Reclamações de clientes sobre movimento de fundos não autorizados.

  • Assinaturas TCP e HTTP incompatíveis.

Táticas comuns que levam à invasão da conta

Os malfeitores empregam várias estratégias para obter as informações de que precisam para realizar uma invasão de conta. Isso inclui:

  1. Phishing: nesse caso, os criminosos geralmente criam um falso senso de urgência, induzindo o usuário a abrir ou clicar em um email. Em seguida, eles o redirecionam para um site falso que é idêntico ou quase idêntico à sua instituição financeira, no qual suas credenciais de conta são roubadas.

  2. Malware: isso é comum e difícil de detectar. Malware é um software mal-intencionado instalado no computador da vítima por um malfeitor que captura as informações do usuário por meio do registro de pressionamentos de teclas ou pelo redirecionamento para um site fraudulento.

  3. Ataque man-in-the-middle: isso acontece quando um hacker mal-intencionado se posiciona entre a vítima e a instituição com a qual a pessoa está tentando entrar em contato. Em seguida, o criminoso usa um ponto de acesso não autorizado para interceptar os dados do cliente e obter acesso à conta dele. Os aplicativos móveis de serviços bancários podem ser particularmente vulneráveis a esse tipo de ataque, se medidas de segurança adequadas não são implementadas.

Como as invasões de conta afetam sua organização

Embora certos setores sejam alvos mais comuns de ataques de invasão de conta, qualquer empresa que tenha um sistema de contas de usuário ou associação é vulnerável.

Eles são uma das ameaças cibernéticas mais prejudiciais que sua organização enfrenta. Sem a prevenção de ATO, esses ataques não só ameaçam sua receita, mas também sua reputação, o que pode resultar na perda de confiança de seus clientes.

Maneiras de evitar fraudes de invasão de conta

A boa notícia é que existem precauções que as organizações podem tomar para mitigar o risco de fraude de invasão de conta em um mundo cada vez mais móvel.

A fim de reduzir os incidentes de invasão de conta, as organizações devem implementar uma estratégia de prevenção de fraudes que inclui:

  • Implementar uma solução de detecção de bot para identificar o comportamento do visitante pela análise de dados técnicos e comportamentais.

  • Fornecer opções de MFA (autenticação multifator) para todas as contas.

  • Monitorar atividades clandestinas de crime cibernético que visam sua organização.

  • Incentivar os clientes a usar um gerenciador de senhas para definir uma senha única e forte para cada uma de suas contas online.

Introdução ao fraud protection

A plataforma de detecção e prevenção de invasão de contas que sua organização usa deve acompanhar os ataques cibernéticos cada vez mais sofisticados que visam sua empresa. Quando se trata de compra, conta e prevenção de perdas, a tecnologia ATO é crítica para aumentar a conscientização sobre fraudes e melhorar as experiências do cliente.

Com isso em mente, ao avaliar suas opções de proteção ATO, procure uma que inclua:

  • Tecnologia de IA adaptável

  • Proteção contra bots

  • Proteção de entrada na conta

  • Relatórios de Business Intelligence

  • Um sistema avançado de prevenção de perdas

O Microsoft Dynamics 365 Fraud Protection pode ajudar os varejistas online a diagnosticar transações, detectar tráfego de bot, avaliar o potencial de fraude e proteger as empresas com regras personalizáveis para obter recomendações para decisões de transações online.